11 julho 2011

PRA NÃO DIZER QUE NÃO LEMBREI, RSSSSS!!!


NOITE DE ARRAIÁ
®Gena Maria

Dia desse, alevantei-me arretada e fui rezá...
Pedí pa meu santin que trazesse ocê
De quarqué jeito de lá...
Nem que fossi amarrado
Pra modi dançá cumigo no arraiá

Já  escrevinhei e ocê num veio
Fizi até simpatia pra tê ocê e num adiantô
Oh meu Sinhô, trais pra eu o Dodô
Que sempre foi meu amô

Quero com ele dançá e me vingá
Êita neguinho bão de dança!
Até me feis dançã na sua mão
Mais nessa eu num caiu mais não
Dessa veis quem vai dançá é ocê
Nessa noite de arraiá!

Marília - SP

7 comentários:

Aninha Zocchio disse...

:-) etaaa que dança arretada por !dimais sô!
Parabens, como sempre muito talento!!
E com uma pitadinha de humor, ficou uma graça!!!

Carlos Leite disse...

Fico muito contente em que, finalmente, conseguiu colocar o player de música.
Deixe-me apenas fazer uma observação... Quem fez a playlist, tem ótimo gosto :)

Atenciosamente,
Carlos Leite, http://opintordesonhos.blogspot.com

Dora Regina disse...

Eita poesia arretada de boa!!!
Grande abraço...Boa semana!

Meire disse...

Gena, ara que gostei demais da conta desse post, vice?!!!

Saudades!

bjokitas ;)

Artes e escritas disse...

Esse é um poema típico, é parecido com cordel e é delicioso de ler. Um abraço, Yayá.

Sandra Botelho disse...

Gostoso demais sô...Amei.Bjos achocolatados

Adriano César Curado disse...

Que lindo esse seu cantinho, muito doce e puro. Parabéns pelo blog e por este poema em particular.