16 outubro 2012

SE TU SOUBESSE
®Gena Maria
Marília - 13/08/09
16:53 Horas 

O quanto de amor tenho
guardado desde aquele tempo...

Se tu soubesse
o quanto esse amor precisa de ti...
Talvez também me amasse!

Se tu soubesse
quanto tenho sofrido
desde que tu foste de mim
talvez voltasse...

Se tu soubesse
quanto é bom amar
amaria também a ti próprio
assim quem sabe, teu coração
deixaria de ser tão frio
e, o calor nele entraria
mesmo que insistisse em não deixar!


Se tu soubesse
quanto choro, voltaria e
me amaria da mesma maneira..
Desta vez eu sei...



5 comentários:

Rosemildo Sales Furtado disse...

Quem sabe um dia acontecerá o retorno e tudo voltará a ser como antes? A esperança é a última que morre. Rsrs. Belo poema Gena.

Beijos e muita paz pra ti e para os teus.

Furtado.

Pedro Luis López Pérez disse...

Ausencias que son Añoranzas y Separaciones que nos dan certezas de lo que pudieramos hacer.
Preciosa Poesía.
Un abrazo.

Lady Makaveli disse...

Gostei muito do seu blog Parabéns !
Também tenho um blog de poesias mas não são de minha autoria, quando puder de uma passadinha lá. Abraços
http://aultimadosedevc.blogspot.com.br/

Cirse disse...


Que lindo, Gena Maria!

O destino se encarregará de espalhar esse Amor... Logo ele saberá!

Beijo grande!

Cirse

Fernanda Oliveira disse...

Lindo poema de amor,amiga Gena! Beijos! Fernanda Oliveira