24 maio 2012

PUBLICADO NA REVISTA DE POESIAS DE ANTONIO POETA

ADEUS
®Gena Maria



 Foi assim, de repente, tudo findou
Nosso amor não resistiu ao tempo
Não resistiu a espera, a saudade
E tudo ficou para trás, acabou

Foram tantos anos de união
Tantas coisas vividas juntos
Tantas cartas de amor, palavras...
Enfim, você fez parte
Da minha vida, do meu mundo.

Não vai ser fácil, eu sei
Ficar sem você, seu amor, seu calor
Mas, tenho que aceitar e esquecer
Um dia tudo vai acabar e voltarei
A viver em paz nesta vida...
Desejando que você seja feliz
Sempre aqui estarei... Adeus.

Um comentário:

Luís Coelho disse...

Surpresas nossas de todos os dias.
Os casais saturam-se ou encantam-se por outras/os que os cegam.
Quero que o meu amor dure toda a vida.
Ainda que tenha de sofrer, ainda que tenha de perdoar ainda que me sirva do silêncio para adormecer...
É maravilhoso saber que somos amados como no primeiro dia e que nos desculpam pelas derrapagens...