01 abril 2011

DÉCIMO SÉTIMO POEMA ENCONTRADO SEM AUTORIA



D I F Í C I L
®Gena Maria

Difícil é saber que aqui não estás
Não por hora, mas que jamais voltará
Difícil é receber uma boa notícia
E não o ter para compartilhar

Difícil é conseguir viver sem ti
E sem chances de o ter de volta

Difícil é ter convivido com teu amor
E depois ter que se conformar sem ele

Difícil é saber que me deixaste
Sem ao menos explicar porque

Difícil é olhar o céu , as estrelas sem
Teu aconchego e teu calor ao luar

Difícil é saber que um grande amor
Também acaba, sem ao menos ter um fim

Difícil é conviver com as pessoas
Que fazem parte de tua vida

Difícil é perguntar por ti e saber
Que estás feliz ao lado de outra

Enfim... Difícil é conseguir viver e saber:
Te amei sozinha, iludida que teu amor
Fosse só meu, de mais ninguém!

7 comentários:

Terê. disse...

saudades amiga, passei para deixar um abraço terê.

Luís Coelho disse...

Difícil é sempre difícil
Amar e não ser amado
Dar-se e não ser recebido
Viver incompreendido....

silvo disse...

Es PRECIOSO

muy difícil encontrar que lo que creías sólido no lo es, sí, besos!

Tatiana disse...

A leitura do seu poema deu até um aperto no meu coração... Realmente é muito difícil estar longe de quem vive dentro de nós!

Um beijo carinhoso

Aninha disse...

Gena!! Que bom que está de volta!!
Abraços, ótimo final de semana!!!

Sotnas disse...

Olá Gena, desejo que tudo esteja bem contigo!
Imagino que seja deveras difícil, entretanto não deve ser impossível, pois não faz sentido sofrer eternamente por algo que não pode ser!
Parabéns Gina por mais este belo poema, apesar de expressar grande sofrimento!
Desejo a você e todos ao redor infinita felicidade, agradecido pela amizade, abraços e até mais!

helio.rocca disse...

Um belo poema Gena, Parabéns!