28 outubro 2010


 
OUTRAS VIDAS
Gena Maria

Hipnotizada me vi em outras vidas
Em todas elas, estavas ao meu lado...
Como filho, irmão, pai ou amigo
Mas, a mais importante delas
Foi a que eras meu marido!

Éramos muito felizes e realizados
Em todos os sentidos, nos completávamos
Que lindo amor era o nosso, perfeito...
E como nada é perfeito na vida, te perdi
De uma maneira trágica, triste, pois
Fiquei viva para sofrer esta perda

Sem forças para continuar, também parti...
Por ironia, ou, sei lá o quê, não te encontrei
E procurei por ti em todo o paraíso...
Com imensa tristeza descobri que já havia
Partido para viver mais uma vida aqui...

Voltei depois de muito esperar...
Para reencontrar-te novamente e, em vão!
Depois de muito procurar, te vi...
Num belo dia por acaso...

Foi mágico este encontro...
Olhamos-nos e sentimos que os tempos
Não mudaram nada entre nós...
Amei-te novamente, em cada olhar,
Em cada palavra, em cada beijo e abraço...
O nosso eterno amor voltou a nos unir
Para nunca mais nos separar!

Hoje estamos juntos, como dois namorados...
Buscamos-nos em todas as vidas que vivemos...
E sei que continuaremos sempre apaixonados
Um grande amor não se perde...
Sempre haverá um novo recomeço

Marília – 18/11/09
10:50 Horas

7 comentários:

carlos pereira disse...

Belo poema, minha amiga, eterna poetisa do amor.
Gostei imenso.

C@urosa disse...

Olá querida amiga Gena, os elementos são seus, pode dispor como quiser, será um prazer.

forte abraço

C@urosa

ValeriaC disse...

Mais uma maravilha de poema seu querida...lindo...beijinhos...
Valéria

"quicas" (joaquim do carmo) disse...

Queria dizer que concordo "...Que, felizes são os que
Conseguem encontrar um amor..." e que gostei, também por isso, deste lindo poema.
Beijinho

Ao toque do Amor disse...

Ola, vim te oferecer o cartão de aniversário do Toque.
São 4 anos e te agradeço por fazer parte dessa história.
san

Sonhadora disse...

Minha querida
Mais um belo poema...um hino de amor, adorei.

Beijinhos com carinho
Sonhadora

Lianeide Mayara disse...

O amor verdadeiro atravessa quantas vidas for necessário...tudo supera, tudo espera, tudo crê...
Belíssima poesia...