21 agosto 2010

ANTIGA CARTA PARA UM INESQUECÍVEL AMOR


Carta De Amor
® Gena Maria

Em meio a uma grande melancolia que sinto agora,
veio-me a vontade de lhe escrever, pois assim não me sinto tão só...
Tenho a impressão de ter você ao meu lado!
Mas esta impressão dura muito pouco
porque sinto bem pertinho de mim a todo instante a presença da saudade!
Tudo isto porque longe de mim estão dois olhos queridos e um rosto adorado que é "Você".
Esta saudade é triste e impertinente.
E vem bem devagar me falar de você, de seus olhos...
Vem me recordar que estou sozinha no meio de tantos, porque você está longe!
Sempre que a noite chega, a solidão vem me falar de você!
E as lembranças penetram em meu coração como
um pouco de luar dentro de uma noite imensa!
Gostaria, amor, de nunca ter que escrever-lhe, pois,
se assim fosse eu estaria sempre bem pertinho de você.
Mas como seria impossível neste momento tê-lo aqui comigo,
deixo-lhe nesta página estas palavras que muito significam para mim: Te amo
Está nela um sentimento puro e ardente,
que você com tudo que possui, me fez conhecer.
É para você, só para você, tudo que existe em mim.
Aqui me despeço deixando nestas linhas um pouco
da minha imensa saudade!
Com todo o meu amor
Eu

8 comentários:

Malu disse...

Gena, que linda declaração...
Gosto de ler teus poemas, menina.
São cheios de muita emoção.
Beijinhos

Luís Coelho disse...

Muitas vezes dizemos mais amor quando ele está ausente ou o sentimos a esvair-se.
Bonita declaração.
Penso que todos já fizeram cartas assim.

Tere disse...

que carat linda amiga.áh vc tambem está linda.bju tere.

Delciana disse...

Simplesmente, maravilhoso!
Beijos

Claudinha Monteiro disse...

Voce me fez lembrar um poema de Álvaro de Campos, que ouvi há muito tempo:

"Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas."

O poema continua, mas a verdade é que a beleza não tem forma e nem julgamento. Parabéns pela coragem de publicar um fragmento tão intimo da sua vida no blog. Beijos.

Fernanda disse...

Amiga Gena!

Mais uma romântica incurável :)))
Adoro os seus poemas.

Beijinhos

Ana Gaúcha disse...

Oi Linda!!!

As velhas cartas!!

Hoje não se usa mais ,quase.
Boa recordação/
Ótimo Post!!

Do sempre sempre seu........

bjssssssssssss!!!
BOM FINDI!!

Marilu disse...

Minha querida amiga, adoro cartas de amor, tanto de recebe-las como enviá-las..inclusive postei uma ...Linda carta amada ...Beijocas