26 março 2010

VIVER SEM TI
®Gena Maria

Não sei como viver sem ti...
Não te vejo, não te beijo
Não me esperas, não me abraças
Não me ouves...Nem me sorri

Teus olhos, já não me olham
Teus lábios não me beijam
Nem dizem como antes
Palavras de amor e ternura que
Com muito carinho me diziam.

No frio, era o meu cobertor
Minha lareira e meu calor...
No verão, era a brisa que me soprava...
A água que me refrescava

Na chuva, era o meu abrigo...
No desespero, o meu consolo
Na tristeza, era a minha alegria
Na fome, era o meu alimento
No desamparo, o meu alento

O Sol, já não brilha como antes
O azul do céu, se tornou cinzento

Viver sem ti...
É como morrer aos poucos
É como respirar sem ter o ar...
É sentir que o coração não bate mais...
É ter tudo e não ter nada!

Marília 23/03/02

2 comentários:

Felina Mulher disse...

Lindo o teu poema, e vou ressaltar a parte que mais me tocou: Viver sem ti...
É como morrer aos poucos
É como respirar sem ter o ar...
É sentir que o coração não bate mais...
É ter tudo e não ter nada!



Um beijo na alma.

Sonhadora disse...

Lindo poema...adorei ler.

Na chuva, era o meu abrigo...
No desespero, o meu consolo
Na tristeza, era a minha alegria
Na fome, era o meu alimento
No desamparo, o meu alento

Muito belo

Beijinhos
Sonhadora