23 março 2010


DECLARAÇÃO DE AMOR

Eu te amo ao acordar, durante meus dias
E ao anoitecer, adormeço pensando em ti.
Eu te amo, pelos sorrisos que emano
Pelos encontros e desencontros nossos

Eu te amo quando ouço um pássaro a cantar,
Quando vejo crianças a brincar, te amo
Quando ouço o barulho da chuva pelos gramados

Eu te amo quando sinto o frio em meu corpo
Quando sinto o teu calor me aquecendo
Eu te amo quando vejo as gaivotas felizes
Sobrevoando as águas do mar...
Eu te amo quando sinto o sol em meu corpo...
Quando mergulho nas águas cristalinas

Eu te amo quando cavalgo em pastos distantes
Quando volto galopando para te encontrar
Eu te amo quando sinto o orvalho da manhã
Quando, me deito na relva molhada a te esperar
Eu te amo quando sinto a cachoeira das matas
Jorrando suas águas que irá rio abaixo
Ao encontro do mar

Eu te amo cada vez que pisco meus olhos marejados
De lágrimas pela saudade que sinto de ti
Eu te amo quando me alimento a cada dia...
Quando sei que viverei muito contigo
Eu te amo quando me sinto triste, quando estou feliz
Quando choro e quando sorrio

Eu te amo quando estou entre a multidão,
Quando estou na solidão, quando estou dormindo
Eu te amo quando sonho com teu sorriso
Quando me diz palavras de amor...

Eu te amo quando estou longe de ti
E mais ainda quando estou em teus braços
Eu te amo quando me beijas e diz com emoção
Que também me amas e que me tens
Em todo espaço do teu coração.

2 comentários:

Crista disse...

Tiquetaqueando...
Não... não é o som do meu coração, nem do meu relógio... é o barulhinho dos meus saltinhos, passeando no teu cantinho (já está cansando tanto inho,né?), para reabastecer minha alma de coisas lindas que só encontro por aqui... nem precisas dizer que pensastes:
Essa Crista me paga... tá pensando o que? Se ela não me visita, eu também não a visito!!!!!
E eu kéko???? Não estou nem aí... se tu não vens, eu vou... aaaeeeeeeeee... viu como não adianta ficar longe de mim?????
Eu sou a tal da chiclet... grudo até no pensamento!!!
Agora que voltei a brilhar com a tua luz... eu vou... e tenha a certeza de que te leio sempre, que gosto muito de ti e que FELIZMENTE, nunca mais vou largar de teu pé... huaschuaschuasch...
Beijo a palma da tua mão...

Efigênia Coutinho disse...

® Gena Maria
Belos versos, como sempre querida amiga, a neta é LINDINHA, beijo de Avó nela, com afeto,
Efigênia Coutinho