16 novembro 2009

ECOLOGIA


OH MEU VERDE
Gena Maria



Sinto meu coração bater mais forte
Parece que não está bem, ah coitado...
Se soubesse o que o espera...
Com certeza, já teria parado!



Ando respirando com dificuldade
Dizem que é devido à poluição do ar
Devido as fábricas, ou as queimadas
Mas, sei que não é e, sei também o que é!


Oh Verde, meu adorado Verde
Que tanto me encantou a infância
E tão submisso se tornou...
Ficou a mercê dos bárbaros
Ignorantes, mercenários e interesseiros


Oh meu Verde das matas, dos mares
Dos pastos, das relvas, das planícies
Oh meu Verde que tanto me encantou...
Hoje ando milhas, léguas e não o vejo
Nem sinto mais o seu cheiro molhado
Não sinto mais o perfume dos seus ipês


Oh meu Verde, aparentemente
Tão submisso, um dia será o causador
Do final dos tempos, do final da vida
E o homem, o primeiro a perecer...
É o mesmo que hoje o destroe!


Oh meu Verde, quem me dera pudesse
Eu, uma humilde letreira abrir a cabeça
Desses bárbaros e fazê-los enxergar
Esse horrendo crime ecológico
Que cometem todos os dias em cada
Espaço desse nosso chão...
Que Deus tenha pena de nós!


Marília - 17/11/09
01:44 Horas


7 comentários:

Renato Baptista disse...

Gena...

Um belo poema, assim como o "Creio em Ti". Parabéns pela obra.
Espero você lá na www.casadapoesia.ning.com

Renato Baptista*

Chris... ჱܓ disse...

O verde...
Linda cor... Nossas matas, nosso oxigênio.
Temos de nos conscientizarmos e cada um fazer a sua parte...
Plantar uma árvore! Já um começo...

Lindo poema amiga !

Bjos!

COM TODO O AMOR (Marco Antonio da Cruz) disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
COM TODO O AMOR (Marco Antonio da Cruz) disse...

PARABÉNS É MUITO BOM FALAR DA NATUREZA QUE LOGO Á PERDEREMOS,ADOREI SEU BLOG ESTAREI TE SEGUINDO , BJS LINDA

Fernanda disse...

Amiga Gena,

Esse é um hino à natureza.
Bem haja por este texto. Pena não podermos mostrar ao Mundo o que estão a fazer. Herdamos um planeta azul...cheio de verde, o que iremos deixar para as gerações vindouras???

Parabéns,
Beijo

Maite Guadagnoli disse...

Ola querida,dei uma sumidinha mas continuo amando seus poemas, lindissimos, bjos

Fernando disse...

Precioso poema, me encantó.
Te dejo un abrazo.
Fernando.