14 agosto 2009

SE TU SOUBESSE
Gena Maria

O quanto de amor tenho
guardado desde aquele tempo...

Se tu soubesse
o quanto esse amor precisa de ti...
Talvez também me amasse

Se tu soubesse
quanto tenho sofrido
desde que tu foste de mim
talvez voltasse...

Se tu soubesse
quanto é bom amar
amaria também a ti próprio
assim quem sabe teu coração
deixaria de ser tão frio
e o calor nele entraria
mesmo que insistisses em não deixar

Se tu soubesse
quanto choro, voltaria e
me amaria da mesma maneira..
Desta vez eu sei...

Marília - 13/08/09
16:53 Horas

3 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA ANA MARIA, SUBLIME POEMA AMIGA... ADOREI!!!
VOTOS DE BOM FIM DE SEMANA... ABRAÇOS DE AMIZADE,
FERNANDINHA

AC Rangel disse...

Se eu soubesse que você existia, com certeza teria te amado muito mais... Parabéns pela poesia e pelo belíssimo blog.

G I L B E R T O disse...

Gena

POema com esta linda trilha sonora do Rachmaninoff é tudo de bom!

Arre! Sai de tua casa MEUS POEMAS com uma overdose de lirismo, feliz e energizado para empreender outras viagens virtuais!

Mas nesta estação, eu sempre voltarei!

Abraços!


Gilberto
nel mezzo del cammim