14 julho 2009

REFLETINDO SÔBRE A ILUSÃO

ILUSÃO
Gena Maria



Ilusões, quantas existem...
Quantos a sentem de perto!

Sonhamos demasiadamente
e nem sempre realizamos nossos sonhos...
Aceitamos isso, pois sabemos que são apenas Sonhos!

Quanto a ilusão, como sofremos...
Sempre nos iludimos com
pessoas de nosso convívio!
E isso acontece quando acreditamos em
promessas que nem sempre são verdadeiras...
E ficamos a espera de realizações
que nem sempre acontecem!

Nos iludimos com amigos, parentes,
namorados e maridos!
Quando acreditamos em
promessas não pecamos por isso,
sofremos, quando elas não se realizam!

Mas, acredito que o problema
maior está em quem nos engana,
nos ilude com palavras e muitas
vezes com falsos carinhos!

Os que enganam, os falsos e interesseiros
penso que sofrem muito mais pois,
sabem que não são capazes de amar!
Esses mesmos falsos, mesmo que
por alguns momentos, nos fazem felizes!
E eles, serão felizes em
algum momento da vida?

Não acredito e, até penso que
também se iludem ao fingir
um sentimento tão lindo,
mas que não existe em seus corações!

A ilusão maltrata, mas também
pode nos fazer felizes,
mesmo que momentâneamente!

Eu prefiro me iludir sempre
à viver desconfiando das pessoas,
mesmo que eu venha a sofrer!


Marília - 14/07/09
12:41 horas

8 comentários:

Mariano P. Sousa disse...

"Penso que sofrem muito mais pois,
sabem que não são capazes de amar!
Esses mesmos falsos, mesmo que
por alguns momentos, nos fazem felizes!"
Marília! Seu poema é maravilhoso mas essa parte ficou magnífica!

Parabéns poetisa!

KrystalDiVerso disse...

A palavra pode ser disparada e atingir velocidades estonteantes; tal como o olhar, o pensamento e o sentimento espontâneo!... O fingimento é lento, arrasta-se pelos caminhos da dissimulação, ainda que sua velocidade consiga ultrapassar todas as velocidades e atingir barreiras levantadas com blocos ilusórios de falta de vergonha!... É, sem dúvida, uma admirável ilusão com o previsível fim de seu... próprio fim!...
O falso amigo é o mais reles de todos os ilusionistas, de toda a ilusão que alimenta momentos de felicidade e gratidão para com a vida, para com Deus, para com... os amigos´... essa mesma felicidade que será multiplicada por indecifráveis sentimentos de traição sofrida, de gratidão desfeita em lágrimas que, dificilmente, perdoarão tão pura ingenuidade, ainda que os bons momentos continuem debatendo-se numa prevalescência imaculada... e isso é admirável!... Afinal, as Amizades são Amizades enquanto o são, perdurando num tempo que emolduramos e penduramos... numa qualquer parede de nossa admirável memória e, só por ela, a tentação do perdão parece ser um sentimento, sem gesto, ainda mais admirável!...

Boa semana

Escolha entre... beijos e abraços

Úrsula Avner disse...

Expressiva reflexão minha cara escritora. A ilusão turva a visão e cria teias no coração. Bjs.

Flavia disse...

Gena!!! Linda sua poesia!
Está de parabéns!!

O NOVO POETA disse...

muito lindo seu blog, adorei seus trabalhos, parabéns.

Flavia disse...

gena..amei esse poema "ilusão" combina com td que estou passandooooooo..kkkkkkkkkk bjs da Acerola..rsrsrsrsrs

Alaercio Flor disse...

Gena é a nova Musa e demiurga da Poesia humana e lírica...Alaércio Flor

ALAERCIO FLOR disse...

Gostei tanto da pagina dessa poeta que fiz o registro no meu blog e vou divulgar suas poesias para todfos meus alunos e alunas ,no jaquim Alves,assim que retornar às aulas...